Erasmus / Erasmus / ERASMUS+ ESTUDANTES . APRESENTAÇÃO

ERASMUS

 

REUNIÕES DE ESCLARECIMENTO SOBRE PROCEDIMENTOS PARA COLOCADOS ERASMUS+ 2017/2018:

  • Campus de V.N. FAMALICÃO
    10 Maio
    9h30
    Sala Prof. Doutor Armandino Rocha (Biblioteca)

  • PORTO
    11 Maio
    14h30
    Salax2

 


ERASMUS: Colocações Provisórias 2017 / 2018

O Gabinete de Mobilidade Internacional da Universidade Lusíada Norte informa que já estão disponíveis as listas provisórias de colocação para alunos OUT - ano lectivo de 2017/2018.

Para dar início ao processo Erasmus+, o aluno seleccionado deverá confirmar a vaga que lhe foi atribuída, até ao dia 4 de Abril de 2017, através de formulário próprio e enviar cópia do recibo de pagamento da caução, no valor de 40,00 €.

A ausência de confirmação da colocação, no prazo definido, será interpretada como desistência.

Listas provisórias:

 


 

2ªs Sessões de Esclarecimento sobre a mobilidade Estudantes Erasmus+ 2017/2018:

Sessão no campus de Famalicão: 21 Fevereiro 2017, das 14h30 às 16h00, sala A16

Sessão na sede do Porto: 22 Fevereiro 2017, das 11h30 às 13h00, sala X1

 


 

ERASMUS+: CANDIDATURAS ESTUDANTES OUT 2017/18

As candidaturas para alunos OUT, do programa Erasmus+, ano lectivo de 2017/2018, estão abertas de 20 a 28 de Fevereiro de 2017.

A mobilidade Erasmus+ permite a realização de um período de estudos ou de estágios no estrangeiro, onde o estudante adquire conhecimentos e experiências úteis e complementares à sua formação académica.

  • Podem candidatar-se a uma vaga/bolsa Erasmus+ os alunos das Universidades Lusíada que frequentem qualquer um dos ciclos e cursos aí ministrados. A mobilidade só pode ser executada com universidades parceiras.

Os alunos que concorram a uma vaga/bolsa Erasmus+ são seleccionados tendo em conta as seguintes prioridades:

  • Frequentar o ano curricular mais avançado do ciclo de estudos em referência, sendo que não o poderão fazer no 1.º ano. Na licenciatura em Arquitectura (mestrado integrado) o ano de referência é o 5.º;
  • Ter um menor número de unidades curriculares em atraso;
  • Possuir a média mais elevada das classificações obtidas no ano lectivo imediatamente anterior.

No caso de algum dos candidatos ter unidades curriculares em atraso, a candidatura fica sujeita a parecer favorável do Coordenador Institucional e do respectivo Coordenador Departamental.

Para confirmar a vaga/bolsa que eventualmente possa ter sido atribuída a um candidato, o mesmo deverá pagar uma caução no valor de 40 €. No caso de cumprir a mobilidade, o valor é restituído.

Para mais esclarecimentos, os interessados podem dirigir-se ao Gabinete de Mobilidade e Relações Internacionais, tendo em conta os seguintes contactos e horário:

 

erasmus@por.ulusiada.pt

Horário de Atendimento:
Universidade Lusíada – Norte (Porto)
Segundas, Quartas e Sextas 10H00 às 12H00 Local: Edifício A
Universidade Lusíada – Norte (Famalicão) Terças (com marcação prévia) 15H00 às 17H00 Local: Sala Prof. Doutor Armandino Rocha (Biblioteca)

 


 

INFORMAÇÕES DE CONHECIMENTO OBRIGATÓRIO PARA OS ALUNOS QUE SE CANDIDATAM A UMA BOLSA/MOBILIDADE ERASMUS+

Ano Académico 2017/2018

Para que os alunos possam ter acesso aos formulários terão que ler as normas seguintes e clicar onde diz: Tomei conhecimento. A partir daí estão habilitados a candidatar-se a uma mobilidade e automaticamente a uma Bolsa.

O programa Erasmus+ foi posto em prática no ano lectivo de 2013/14, substituindo o Programa LLP/Erasmus e introduziu as seguintes alterações:

  • O aluno que contratualiza uma mobilidade com a sua Universidade e antecipa o seu regresso vê diminuída a sua bolsa, mesmo que o regresso seja apenas de 1 dia. O cálculo é feito através da Plataforma Erasmus+
  • O aluno terá à sua disposição, obrigatoriamente e grátis, um curso de língua on line, (OLS) ao qual acede a partir de uma password fornecida pela Universidade Lusíada e que o ajudará a melhorar a sua performance no país de destino. Assim sendo, terá que fazer um teste de conhecimento de idioma. Dado que a Universidade Lusíada monitoriza a plataforma OLS, se um aluno não fizer, no prazo previsto, a sua avaliação de nível poder-lhe-á ser retirada a bolsa que eventualmente lhe foi atribuída.
  • O valor da bolsa pode ser alterado de um ano para o outro, sendo que esse valor tanto pode ser superior como inferior, tendo como base mínima o valor de 200€ mensais.

 

O programa Erasmus+, na Universidade Lusíada manterá as seguintes normas:

  • O aluno pagará uma caução cujo valor é de 40€, sendo-lhe oportunamente devolvido (normalmente quando é paga a 1ª tranche da bolsa) se efectivamente realizar a sua mobilidade. A desistência não implica devolução.
  • A avaliação do aluno mantém-se segundo as regras do sistema ECTS, sendo que as notas da turma de origem são um elemento a ter em conta.
  • As Universidades alemãs exigem um diploma de Língua alemã B1. Quanto aos outros países o aluno deve informar-se no Gabinete OU junto da Universidade parceira na qual foi colocado por concurso.
  • O pagamento será feito em duas tranches: A 1ª assim que a Universidade Lusíada esteja na posse da verba comunitária correspondente, igual a 80% do valor, e a segunda, no valor de 20%, será atribuída assim que o aluno regressar e preencher on line um relatório disponibilizado pela Agência Nacional Erasmus+.

 

Para informações mais detalhadas consultar GUIÃO OUT

O Coordenador do Gabinete de Mobilidade Internacional e Institucional ECTS

João de Castro Fernandes



O Erasmus+ é o novo programa da UE para a educação, formação, juventude e desporto.

O Erasmus+ teve início no dia 1 de Janeiro de 2014. O Programa veio substituir os anteriores programas de financiamento da Comissão Europeia para as áreas da educação, formação, juventude e desporto, nomeadamente: o Programa de Aprendizagem ao Longo da Vida (LLP-Erasmus), o Programa Juventude em Ação e outros programas internacionais, incluindo o Jean Monnet e o Erasmus Mundus. O programa Erasmus+ é destinado a apoiar as atividades de educação, formação, juventude e desporto em todos os setores da aprendizagem ao longo da vida, incluindo o Ensino Superior, Formação Profissional, Educação de Adultos, Ensino Escolar e Atividades para jovens.

Tendo em conta que Portugal, enquanto membro da União Europeia, não pode ficar alheio às políticas definidas pelos órgãos comunitários com vista à criação de um espaço de livre circulação de pessoas, bens e serviços e para que a internacionalização dos estudos, no âmbito do Programa Erasmus, se efectuasse com êxito, foi necessária a criação de determinadas condições que possibilitassem o cumprimento dos pressupostos definidos. Nesta perspectiva, e em 1995, a Universidade Lusíada deu início aos preparativos de adesão e implementação do programa Erasmus e em 1999 ao sistema ECTS.
No que diz respeito ao antigo Programa LLP-Erasmus, foram já ultrapassadas as fases I e II, assim denominadas pela Comissão Europeia, e hoje a Universidade Lusíada detentora de uma Carta Universitária Erasmus alargada está plenamente inserida no espaço europeu de mobilidade, usufruindo de autonomia descentralizada e utilizando todas as “ferramentas” postas à disposição das instituições de ensino superior pela Direcção Geral de Educação e Cultura, da Comissão Europeia. Com intensos fluxos anuais de incoming e outcoming, relativamente aos alunos, que têm aumentado ano após ano, a Universidade Lusíada, para reforçar as suas parcerias com outras instituições, tem diversificado o número de contratos institucionais por toda a Europa, alargando uma rede que vai da Europa do Sul à Escandinávia, e da Europa Central à Europa do Leste, e que no ano de 2010/11 se cifrava em mais de 100 contratos estabelecidos.

No que concerne à mobilidade de docentes tem a Universidade procurado sensibilizar os seus professores para esta realidade da mobilidade e formação dado que estes instrumentos comunitários lhes permitem encontrar e contactar outras realidades educativas e enriquecer os seus próprios currículos. Assim, os contratos que têm sido assinados para a área de alunos passaram a ser estendidos aos docentes e também a técnicos, mediante o interesse demonstrado pelos coordenadores departamentais e institucionais. Neste momento, a Universidade Lusíada pode orgulhar-se da rede de parcerias e contratos já estabelecidas em toda a Europa Comunitária, países associados, Confederação Helvética e futuros membros da União, para a qual têm também colaborado de forma determinante as Direcções de todas as Faculdades.

O Gabinete Erasmus é a estrutura, na Universidade Lusíada, destacada para promover os princípios da mobilidade Erasmus, divulgar os seus objectivos concretos, tratar toda a informação relativa às suas linhas orientadoras, emanadas desde Bruxelas, e levar à prática todos os procedimentos relativos à execução da estratégia europeia delineada pela Universidade Lusíada. O Gabinete é, portanto, responsável não só pela selecção e colocação nas instituições europeias de ensino superior de alunos, professores e staff portugueses mas também pela recepção, acolhimento e integração na Universidade Lusíada dos alunos e professores estrangeiros que aqui procuram desenvolver os seus planos de estudo, de leccionação e de estratégia empresarial. Em estreita ligação com a Agência Nacional PROALV o Gabinete executa as linhas orientadoras do Programa Erasmus beneficiando, contudo, desde 2003 do estatuto de Instituição Descentralizada, no que diz respeito à gestão de verbas europeias envolvidas e na aplicação das práticas que estão regulamentadas pela Comissão Europeia.
O Gabinete tem a sua sede em Lisboa, tendo como responsável o Dr. João de Castro Fernandes, auxiliado nessas funções pela Técnica Célia Oliveira, no campus de Lisboa. A Dr.ª Susana Ferreira coordena o campus do Porto e o campus de Famalicão, sendo auxiliada neste último pela Técnica Dina Freitas.

O Gabinete Erasmus está permanentemente disponível para atender alunos e professores, em especial os alunos estrangeiros que, em mobilidade, se integram numa nova realidade académica, cumprem um plano de estudos supervisionado por um coordenador português e se adaptam a regras e procedimentos diferentes. É particularmente nestas situações que o Gabinete está atento, quer às dúvidas e às solicitações de qualquer tipo dos nossos estudantes incoming, quer ao estabelecimento das ligações necessárias ao cumprimento das novas realidades académicas e sociais. Igualmente, o Gabinete organiza várias acções, durante o ano lectivo, com a finalidade de promover o intercâmbio cultural entre os alunos estrangeiros e os alunos da Universidade Lusíada. Estas actividades decorrem com o apoio dos nossos antigos alunos Erasmus, a quem é frequentemente pedida colaboração.

CONTACTOS

Última actualização: 2017-05-09 12:48