Cursos / 1º Ciclo / Faculdade de Arquitectura e Artes :: Arquitectura ( Mestrado Integrado)

English Version

DIMENSIONAMENTO ESTRUTURAL - 2018/2019

4º ano curricular
Semestralidade: 2º semestre
Códigos ECTS: 4

Docentes

Regente: Prof. Doutor Francisco Fernandes
Assistentes: Prof. Doutor Francisco Fernandes

Carga Horária

Teórico-prática : 4 Horas

Objectivos Gerais

Tendo presente que a transmissão de conhecimentos na área da Engenharia Civil deve ser contínua e gradual ao longo do curso, e ajustada ao curso de Arquitectura, as matérias abordadas permitem a planificação da estrutura nos projectos de arquitectura que os alunos desenvolvem, considerando o seu comportamento, localização e espaço físico que a mesma ocupa no edifício.

Objectivos Específicos

Obtenção de conhecimentos para melhor compreensão da importância e funcionamento dos elementos estruturais, que permitam aos alunos melhor integrar os mesmos nos projectos de arquitectura que desenvolvem, ao poderem defenir o desenho desses elementos estruturais, e conhecer o espaço físico que os mesmos ocupam no edifício, podendo tirar partido da estética desses elementos estruturais.

Competências a adquirir

Através das matérias a abordar, os alunos adquirem conhecimentos que lhes permitem defenir e efectuar o pré-dimensionamento dos elementos estruturais, com diferentes materiais de construção, atendendo às combinações das acções regulamentares, dados essenciais a ter em conta na execução de um projecto de Arquitectura, de modo a melhor integrar a estrutura no mesmo.

Metodologia de Ensino

A abordagem da matéria é realizada através de uma introdução teórica, com, ou sem, o apoio de equipamento de projecção, à qual se segue a realização de exercícios práticos de aplicação da mesma e a aplicação da matéria num projecto que o aluno tenha desenvolvido no semestre anterior noutras disciplinas.

Conteúdos Programáticos

1- Pré-dimensionamento de lajes aligeiradas de vigotas pré-esforçadas.
1.1- Características das lajes de vigotas pré-esforçadas.
1.2- Realização das combinações fundamentais e das combinações frequentes.
1.3- Verificação da segurança em relação aos estados limites últimos - Determinação do momento flector máximo positivo actuante (Msd) e do esforço transverso máximo actuante (Vsd), e comparação dos mesmos com o momento flector resistente (Mrd) e o esforço transverso resistente (Vrd), respectivamente.
1.4- Verificação da segurança em relação aos estados limites de utilização – Determinação do momento flector máximo positivo actuante (Mf) e da flecha a longo prazo (f lp) e comparação dos mesmos com o momento flector resistente (Mfctk) e a flecha máxima regulamentada (f máx), respectivamente.
2- Pré-dimensionamento de lajes de pavimento, tecto e cobertura, e vigas, em betão armado.
2.1- Características das lajes e vigas em betão armado.
2.2- Tensões nos materiais de comportamento elástico linear em flexão pura.
2.3- Verificação da segurança em flexão pura nos materiais de comportamento elástico linear.
2.4- Verificação da segurança em relação aos estados limites últimos.
2.5- Deformações em flexão. Verificação do estado limite de deformação, de acordo com o “Eurocódigo 2 – Projecto de estruturas de betão, Parte 1-1: Regras gerais e regras para edifícios”.
3- Pré-dimensionamento de lajes de escadas.
3.1- Características das lajes de escadas.
3.2- Forma das escadas.
3.3- Materiais utilizados na construção de escadas.
3.4- Pré-dimensionamento de lajes de escadas em betão armado.
3.5- Concepção, localização dos apoios e distribuição de cargas.
3.6- Verificação da segurança em relação aos estados limites últimos.
3.7- Verificação do estado limite de deformação, de acordo com o “Eurocódigo 2 – Projecto de estruturas de betão, Parte 1-1: Regras gerais e regras para edifícios”.

Métodos de Avaliação

Na avaliação contínua é tida em conta a assiduidade às aulas, o desempenho dos alunos na realização dos exercícios propostos semanalmente e a realização de duas provas escritas.

Recursos Didácticos

A introdução da matéria é realizada, com, ou sem, o apoio de equipamento de projecção. Após a introdução teórica segue-se a realização de exercícios práticos de aplicação da matéria. Estarão à disposição dos alunos no Moodle 13-14 da Universidade Lusíada elementos escritos referentes à matéria leccionada nas aulas teóricas bem como enunciados de exercícios de aplicação da matéria que serão realizados ou nas aulas teóricas ou nas aulas práticas.

Palavras Chave

Estrutura
Acções
Tensões
Dimensão

Bibliografia Principal

Autor SILVA, V. Dias
Título Mecânica e Resistência dos Materiais
Edição 1ª edição
Editora Ediliber Editora
Autor TIMOSHENKO, Stephen P.
Título Resistência dos Materiais (Volume I)
Edição 1ª edição
Editora Livros Técnicos e Científicos Editora S.A.
Autor BEER, Ferdinand P.; JOHNSTON, JR., E. Russell; ; DeWOLF, John T.
Título Mecânica dos Materiais
Edição 3ª edição
Editora McGraw-Hill

Bibliografia Complementar

Autor LNEC
Título Normas Portuguesas: NP EN 1990 a 1993 (Eurocódig
Edição 1ª edição
Local Lisboa
Editora CEN - Comité Europeu de Normalização
Ano 2009 e 2010
Autor BRANCO, Carlos Moura
Título Mecânica dos Materiais